eternamente verde

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

A PAZ ENTRE PALESTINOS E ISRAELENSES

O presidente dos Estados Unidos Barack Obama expressou otimismo sobre a paz entre Palestinos e Israelenses, e que existem condições de se atingir um acordo em um ano.

Otimismo e discursos não são suficientes para se chegar ao tão almejado acordo entre esses dois povos.

Existem entraves crônicos a serem solucionados à mesa de negociações, cito dois deles: a segurança para os Israelenses e a ocupação para os Palestinos. E não para por aí, como fazer com os assentamentos? Os Palestinos exigem, terminantemente, o fim da construção de colônias de Judeus na Cisjordânia; Israel descarta qualquer paralisação das construções, bem como, a retiradas das colônias já existentes.

E com relação a Jerusalém? Os Palestinos reivindicam a divisão da capital que sediaria o governo seu futuro Estado. Israel nem quer falar sobre esse assunto, é totalmente contra essa divisão.

Outro ponto crucial: Israel quer o reconhecimento de seu Estado por parte de todos os palestinos e toda a comunidade árabe, sendo, então, outro ponto polêmico, pois, não passa por nenhuma cabeça dos integrantes do Hamas tal reconhecimento, para não dizer vários outros grupos chamados de “terroristas” e de vários governos árabes.

Portanto, esses são alguns, não todos é claro, entraves a levar a um acordo que leve a criação do sonhado ESTADO PALESTINO ao lado de Israel.

Rezaremos e aguardemos os desdobramentos desses esforços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário